Notícias

Mais Notícias...

História de Sucesso de Estudantes do Curso de Enfermagem

"Construí o meu sonho.”

     Desde pequena Josiéli Silva, desejava ser enfermeira. Um sonho que parecia distante para a jovem de Santo Cristo. O pai treinador de cavalos de corrida e a mãe, dona de casa, tinham poucas condições financeiras de custear os estudos. Mas, determinada, prestou vestibular para o curso almejado na SETREM, em 2001. "Durante a graduação morei na pensão das irmãs no Hospital São Vicente de Paula de Três de Maio e em razão da minha situação, consegui uma bolsa de 50%, que me permitiu trabalhar na instituição e aprender muito.”

     No primeiro ano atuou na biblioteca da instituição e nos anos posteriores junto à coordenação do Curso de Enfermagem. Acompanhou de perto as atividades acadêmicas do curso. "Aprendi muito, principalmente, com o professor Gilberto Caramão. Mostrou-me a importância de uma formação profissional completa e que a incansável busca pelo conhecimento me traria um diferencial. Então, nos meus horários livres, estudava muito, buscando desenvolver todas as minhas capacidades e habilidades. O que aprendi durante a graduação e as responsabilidades que assumi neste período, se traduzem hoje em segurança no exercício do meu trabalho.

     Estímulo e incentivo para a jornada buscou na história dos pais, que sempre trabalharam muito. Foram exemplos de amor, determinação e caráter. "A cada manhã, antes mesmo do sol nascer, pensava que enquanto eu ainda estava deitada, meus pais já estavam trabalhando há várias horas. Então pulava da cama e começava o meu dia de trabalho também. Construí o meu sonho, ser enfermeira. Me formei no ano de 2006.”

     Hoje a jovem reside em Altamira, Pará, está casada e desde agosto de 2007 coordena a Urgência e Emergência e Ambulatório de um hospital de média e alta complexidade. "Acreditei na primeira oportunidade que recebi. Mostrei vontade de trabalhar e exercer a profissão com responsabilidade. Agradeço a todos que conheci no período da graduação e aos grandes amigos que fiz, e que de alguma forma contribuíram para o meu sucesso”, conclui.


Um mundo de experiências

Egresso do curso de Enfermagem da SETREM, Fábio Pinheiro faz parte da equipe da empresa Oldebrecht em Angola, na África

 

Em um primeiro momento, ouvir que um profissional bem sucedido e realizado profissionalmente está atuando em Angola, país da costa ocidental da África com um índice de desenvolvimento humano muito baixo, pode parecer duvidoso. Mas, para quem tem espírito aventureiro e almeja adquirir experiências em grandes empresas que prestam serviços além das fronteiras territoriais do Brasil, este caminho pode ser uma excelente opção. Conhecer diferentes culturas, vivenciar realidades alternativas, crescer pessoal e profissionalmente e não impor barreiras à realização dos sonhos já são parte essencial da trajetória de Fábio Adriano Hochwarth Pinheiro, egresso do curso de Enfermagem da Sociedade Educacional Três de Maio (SETREM).

Após sua formatura, em dezembro de 2006, Pinheiro partiu em busca de seu primeiro emprego e a possibilidade que o mercado de trabalho lhe apresentou (aceita prontamente pelo profissional) já mostrava que o enfermeiro não tinha medo de mudança. "Fui contratado como enfermeiro assistencial na Pró-Saúde, empresa que faz gestão hositalar e que tem sede em São Paulo. No entanto, fui contratado para exercer minha profissão em Altamira, no Pará, no Hospital Regional da Transamazônica”, conta.

Permanecendo na região Norte do país de maio de 2007 até março de 2012, o profissional atuou nas funções de enfermeiro assistencial na Unidade de Emergência, no Serviço Auxiliar Diagnóstico e Terapia (SADT), em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), no Centro Cirúgico e em diversas unidades clínicas. "Durante este período, também fui professor no Curso Técnico em Enfermagem e Segurança do Trabalho na escola Siempa, em Altamira. Além disso, tive a oportunidade da trabalhar na unidade de Pronto-Atendimento 24h (UPA), no Bairro Mutirão, de março de 2010 a agosto de 2011”, relata Pinheiro.

 

Novos desafios

No período em que esteve no Pará, o egresso da SETREM deu continuidade aos estudos, concluindo uma pós-graduação em Enfermagem do Trabalho. As experiências profissionais o levaram, em março de 2012, a trocar a rotina hospitalar pela função de Enfermeiro do Trabalho no Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM), na Hidrelétrica de Belo Monte, construída no Rio Xingu. "Lá coordenei a equipe de enfermagem nas atividades clínicas e ocupacionais, fazendo a gestão do serviço de saúde ocupacional. No entanto, em maio de 2013 recebi um convite para trabalhar fora do país, como enfermeiro do trabalho”, complementa.

 

Enfermagem sem fronteiras

O espírito aventureiro só permitiu uma respostas de Pinheiro: sim! "Hoje trabalho na empresa Odebrecht, em Angola, coordenando a equipe de enfermagem do Projeto AH Cambambe, que consiste na reforma e aumento da capacidade da Hidrelétrica de Cambambe. Está sendo uma experiência muito boa, pois consigo oferecer os conhecimentos tanto na aréa assistencial como ocupacional para os técnicos de enfermagem angolanos. Ao mesmo tempo, aprendendo com eles sobre a cultura e forma de trabalho da enfermagem no país”, ressalta o enfermeiro.

 

Sonhos colhidos com dedicação e apoio

 "Quando ouço o nome ‘Enfermagem SETREM’ , me passa pela cabeça a realização de meu sonho de ser enfermeiro. Foi com a abertura do curso em Três de Maio, em 2001, que tive a oportunidade de buscar o conhecimento e dar início à realização deste sonho. Em meu dia a dia sempre enxergo e relembro os ensinamentos da faculdade, tanto aqueles referentes a cobrança dos professores e coordenação, que nos preparam para o mercado de trabalho de forma positiva, pois o mesmo é competitivo e exige profissionais comprometidos e responsáveis”, relata Pinheiro.

Segundo ele, os fatos positivos de sua formação que mais o marcaram têm ligação com o apoio que teve da coordenação nas horas difíceis, situação que considera fundamental para que o aluno não desista ao longo de sua caminhada. "A qualidade do ensino é excelente, pois neste período trabalhando como enfermeiro conheci colegas do Brasil todo e posso dizer, com certeza, que o curso de Enfermagem da SETREM não deixa nada a desejar em relação a qualquer faculdade ou universidade do nosso país. É como diz o lema da SETREM: ‘O conhecimento faz a diferença’. Graças a ele e à Instituição, estou realizando meus sonhos todos os dias. Muito obrigado, SETREM!”, conclui o enfermeiro Fábio Adriano HochwarthPinheiro.