Notícias

Mais Notícias...

Núcleo de Pesquisa em Psicologia (NUPSI)

Psicologia do Desenvolvimento: se caracteriza pelo estudo das etapas do ciclo vital humano (gestação, infância, adolescência, adultez, velhice e morte), tanto em trajetórias normativas quanto atípicas. Além disso, busca investigar a presença de fatores de risco e de proteção nos contextos de desenvolvimento.

Psicologia e Políticas Públicas: se caracteriza pelo estudo de temáticas em Políticas Públicas. Constitui interlocução com as políticas de saúde, educação e assistência social.

Psicologia e Trabalho: se caracteriza pelo estudo em psicologia do trabalho e organizacional, nas seguintes temáticas: saúde do trabalhador, prazer e sofrimento no trabalho, qualidade de vida no trabalho, orientação profissional e atividades na área de gestão de pessoas.

Psicologia e Processos Clínicos:
se caracteriza pelo estudo de temáticas relacionadas a área da psicologia clínica, com enfoque na clínica ampliada e em diferentes abordagens psicoterapêuticas.

Psicologia e Modos de Subjetivação: se caracteriza pelo estudo de práticas culturais e processos de subjetivação em diferentes contextos e condições, a partir de diversificadas matrizes teóricas e perspectivas interdisciplinares.

DOCENTES INTEGRANTES

Evandir Bueno Barasuol
vandabueno@terra.com.br
Curriculum Lattes

Laiza Francielli Bortolini dos Santos
laizabortolini@yahoo.com.br
 
Lao Tse Maria Bertoldo
laotsebertoldo at yahoo.com.br

Lilian Ester Winter
lilian.winter@yahoo.com.br
Curriculum Lattes

Lissandra Baggio
lis_baggio@yahoo.com.br
Curriculum  Lattes

Marta Lorentz
martalorentz@setrem.com.br
Curriculum Lattes

Scheila Paula Zorzan
scheilazorzan@yahoo.com.br
Curriculum Lattes

PROFESSORES COLABORADORES EXTERNOS

Carolina Duarte de Souza
carol_zunino@yahoo.com.br
Curriculum Lattes

Erikson Kaszubowski
erikson84@yahoo.com.br
Curriculum Lattes

Jeane Lessinger Borges
jeaneborges@setrem.com.br
Curriculum Lattes

Oriana Hadler
orianahhadler@terra.com.br
Curriculum Lattes

Rita de Cassia Maciazeki Gomes
ritamaciazeki@yahoo.com.br
Curriculum Lattes

ALUNOS COLABORADORES


Simone Luisa Ludwig Zohler
simonezohler@hotmail.com
Curriculum Lattes

Dilvana Juchem Marconatto
diljuchem@yahoo.com.br
Curriculum Lattes

Fábia Letiane Teixeira
fabia1950@hotmail.com
Curriculum Lattes

Francieli Carine Attuati
fracattuati@hotmail.com
Curriculum Lattes

Rudiane Ângela Redel
rudiane_angela@hotmail.com
Curriculum Lattes

Naiara Taborda Hoppen
naaiahoppen@hotmail.com
Curriculum

Eloisa Zobel
eloisa_zobel@hotmail.com
Curriculum Lattes

Elaine Pedo
elainepedo@hotmail.com
Curriculum

Viviane Dudar
vivitm18@gmail.com
Curriculum

PROJETOS DE PESQUISA


Compreensão do Desenvolvimento Infantil e Práticas Parentais
Período: 2013 - Atual
Descrição: A presente pesquisa se configura com um projeto guarda-chuva que visa investigar as compreensões dos cuidadores familiares sobre do desenvolvimento infantil e suas práticas educativas. O estudo ocorrerá na região noroeste do Rio Grande do Sul por meio de uma pesquisa quanti-qualitativa em que 150 familiares responsáveis pelos cuidados de crianças de 4 a 10 anos de idade responderão a um questionário sócio-demográfico, um inventário sobre práticas de educação infantil e a uma entrevista semi-estruturada sobre sua compreensão acerca do desenvolvimento infantil. A partir deste projeto se delinearão projetos de iniciação científica e de conclusão de curso das acadêmicas pesquisadoras.
Coordenadoras: Carolina Duarte de Souza e Marta Lorentz
Professores integrantes: Lissandra Baggio, Scheila Zorzan, Erikson Kaszubowski (UFFS).
Alunos de Graduação integrantes: Simone Luisa Ludwig Zohler, Dilvana Juchem Marconatto, Fábia Letiane Teixeira, Francieli Carine Attuati, Rudiane Ângela Redel, Naiara Taborda Hoppen, Eloisa Zobel, Elaine Pedo.

Gênero e produção de subjetividade: um estudo com mulheres participantes do movimento de trabalhadoras rurais e sua relação com as dimensões de saúde, trabalho, família e participação política.
Período: 2013 - Atual
Descrição: A proposta desta pesquisa vem ao encontro da necessidade da produção de estudos em Psicologia associados à área rural. Encontra-se uma significativa bibliografia sobre esta temática junto às áreas das ciências sociais e agrárias, o que nos permite um significativo aporte teórico-conceitual sobre o cenário/universo e/ou estrutura econômica, social e política. Tendo por base o mapeamento da constituição da mulher trabalhadora rural associado a inserção e desenvolvimento do movimento de mulheres trabalhadoras rurais no Brasil, propomos a participação política como um potente dispositivo de subjetivação. Na proposta deste estudo inserimos a discussão a partir do acompanhamento da composição atual do movimento de mulheres trabalhadoras rurais, ou seja, mais de trinta aos depois de seu surgimento. Procuramos a partir da escuta de suas participantes pautar as discussões presentes historicamente no movimento de mulheres, assim como apontadas em nossos estudos anteriores, como questões de gênero, relações de poder, violência, direitos, e gestão da propriedade. Para tanto, as questões de gênero e produção de subjetividade se desenvolverão ancoradas no estudo com mulheres participantes do movimento de trabalhadoras rurais e se dará a partir da relação com as dimensões de saúde, trabalho, família e participação política.
Coordenadoras: Lissandra Baggio e Rita de Cássia Maciazeki Gomes
Professores integrantes: Lilian Ester Winter, Cinei Teresinha Riffel
Alunos de Graduação integrantes: Luthiane Pisoni Godoy, Tânia Aline Tornquist

Psicologia e Políticas Públicas: a questão da evasão escolar
Período: 2011 (Concluído)
Descrição: O projeto visa mapear os possíveis motivos que levaram a frequência irregular, infrequência e evasão escolar de crianças e adolescentes das escolas do município Três de Maio, RS. O trabalho tem seu enfoque na realização de oficinas com professores..
Coordenadora: Rita de Cássia Maciazeki Gomes
Professores integrantes: Oriana Hadler

Oficinas com Agentes Comunitários de Saúde: Reflexões sobre o cotidiano e qualificação da prática de Trabalho
Período: 2011 - 2012 (concluído)
Descrição: O projeto objetivou contribuir com a formação continuada e qualificação da prática do trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) em 4 municípios da região noroeste do Rio Grande do Sul. Tratou-se de uma pesquisa-intervenção em que as pesquisadoras se inseriram no dia-a-dia da ESF e acompanharam as atividades realizadas pelos ACSs, para então propor atividades em forma de oficinas, que foram delineadas a partir das trocas com os ACSs, pautadas nas diretrizes de uma pesquisa cartográfica. Para a produção da pesquisa-intervenção utilizou-se dois tipos de instrumentos: entrevista e oficinas. Inicialmente cada ACS foi entrevistad@ individualmente, a partir de um roteiro semi- estruturado com questões acerca de dados sociodemográficos, da trajetória profissional como ACS e  da compreensão del@s sobre a contextualização de seu trabalho na área da saúde. A análise do material produzido possibilitou a identificação das seguintes demandas de formação e qualificação do trabalho por parte do grupo de ACS: pouco tempo de capacitação inicial para o trabalho, dificuldade em conceituar concretamente suas práticas, desvalorização de seu papel profissional, tanto por parte da equipe do ESF, como da população; e dificuldades em separar em seu cotidiano o que é referente ao trabalho de ACS e a sua vida pessoal (como alguém pertencente à comunidade). Em seguida, ocorreram oficinas, que trabalharam essas questões com os grupos de ACSs, com periodicidade semanal e duração aproximada de uma hora e meia. A análise dos dados foi realizada a partir dos pressupostos teóricos da pesquisa-intervenção sob enfoque da cartografia e da revisão da literatura sobre temática abordada. A qualificação em educação permanente e o suporte prestado pela equipe de trabalho foram pontos levantados como importantes para a potencialização da atuação do ACS como elo entre a comunidade e os serviços de saúde.
Coordenadoras: Rita de Cássia Maciazeki Gomes, Lissandra Baggio.
Professores integrantes: Carolina Duarte de Souza.
Alunos de Graduação integrantes: Gianni Mayer, Luciele Cristina Huber, Lilian Keller, Dinara Raquel Schwerz, Liane Beatriz Roedel, Dilvana Marconatto.

Avaliação da insatisfação da imagem corporal e prevalência de transtornos alimentares na adolescência
Período: 2010 - 2012 (Concluída)
Descrição: O presente projeto de pesquisa teve como objetivo investigar a insatisfação da imagem corporal e a prevalência de transtornos alimentares entre adolescentes, de ambos os sexos, da Região Noroeste do Rio Grande do Sul. Parte-se das seguintes hipóteses de pesquisa: 1)Meninas adolescentes apresentam um nível maior de sintomas de TAs se comparadas aos meninos; 2) Meninas adolescentes apresentam maior insatisfação quanto à imagem corporal do que os meninos; e 3) A insatisfação da imagem corporal está correlacionada com a presença de sintomas de TAs. Trata-se de uma pesquisa quantitativa, descrita e exploratória, em que participaram 200 adolescentes de ambos os sexos (72% feminino e 28% masculino), com idades entre 14 a 19 anos (M= 16,35; DP =1,35), que frequentam escolas públicas (65,2%) e privadas (34,8%). Os instrumentos utilizados nesta pesquisa foram: 1) Questionário Sóciodemográfico; 2) Versão adaptada da Escala de Compulsão Alimentar Periódica (ECAP; FREITAS ET AL., 2001); 3) Teste de Atitude Alimentar (EAT-26; GARNER, OLMSTED, BOHR, GARFINKEL, 1982 APUD ALVES ET AL., 2008); 4) Teste de Avaliação Bulímica de Edinburgh (BITE; HENDERSON & FREEMAN, 1987 APUD CENDI ET AL., 2009); e 5) Escala de Avaliação da Insatisfação Corporal em Adolescentes (EAICA; CONTI, SLATER, & LATORRE, 2009). Em relação aos padrões alimentares disfuncionais ou sintomas de AN/BN, verificou-se que a frequência destes na amostra geral foi de 39,6% (n=75), sendo estes mais associados ao gênero feminino (85%). A média das meninas foi significativamente superior a dos meninos (22 pontos versus 15 pontos, respectivamente; p<0,01). Os sintomas de anorexia nervosa identificados foram mais presentes entre as meninas de escola privada, na faixa etária entre 15 a 17 anos. Na avaliação da insatisfação com a imagem corporal, na amostra geral, a média foi de 17,38 pontos (DP= 7,25). Não foi observada diferença significativa entre meninos e meninas.
Situação: Concluído.
Coordenadora: Jeane Lessinger Borges
Professores integrantes: Evandir Barasuol, Tiago Bittencourt de Oliveira
Alunos de Graduação integrantes: Gianni Lauz Mayer, Maiara Perini, Ediane Fagundes da Silva, Joice Laise Fronza e Mariléia Alfen.

Avaliação e intervenção primária em casos de depressão entre usuários da Estratégia de Saúde da Família de Três de Maio/RS
Período: 2010 - 2011 (concluído)
Descrição: Este projeto teve por objetivo avaliar a presença de sintomas de depressão e estresse emocional em usuários de uma unidade de Estratégia de Saúde da Família (ESF) de Três de Maio/RS. Foram entrevistados 100 usuários de uma unidade de ESF, de ambos os sexos (17% masculino e 83% feminino), com idade entre 20 a 80 anos (M=60 anos; DP= 11,87). Nesta amostra, 14,8% dos usuários têm diabetes associada à hipertensão. Em relação à pressão arterial, os resultados indicaram que a média da pressão arterial sistólica foi de 13,22 (DP=18,94) e a pressão arterial diastólica foi de 8,3 (DP=11,0). Foi observado que 44,4% dos usuários apresentavam pressão arterial sistólica acima de 14 milímetros de mercúrio (mmHg). A pressão arterial elevada e a presença de diabetes são as principais queixas físicas presentes entre estes usuários e motivo da procura à ESF. Instrumentos e Procedimentos: 1) Questionário de Dados Sóciodemográficos e de Saúde ; 2) Inventário de Sintomas do Estresse para Adultos (ISSL; Lipp, 2000); 3)Inventário Beck de Depressão (BDI) ; 4) Escala de Desesperança de Beck (BHS). Os resultados indicaram que a média no escore do BDI foi de 11,23 (D.P.=9,65), bem como que 13% dos participantes apresentam sintomas moderados a grave de depressão. Em relação à desesperança, observou-se que 15% dos entrevistados apresentam sintomas de desesperança de intensidade moderada. Não foi observada a presença de sintomas significativos de estresse (M=10,14; D.P.=9,25), apesar de ser identificada uma correlação positiva entre o escore do BDI e do ISSL (r=.76). Desta forma, conclui-se que os sintomas de depressão e desesperança encontrados aproximam-se da prevalência de outros estudos (Bauer et al. 2009; Fennel, 1997). A avaliação de desesperança, ideação suicida e sentimento de fracasso se mostram como indicadores importantes para a avaliação da depressão e do risco de suicídio, confirmando os resultados de Medeiros e Sougey (2010).
Coordenadora: Evandir Barasuol
Professores integrantes: Jeane Lessinger Borges, Gilberto Souto Caramão
Alunos de Graduação integrantes: Diana Kettner, Zuleica Strohschon Osmari, Kierli Hammes, Jessica Kreutz.

Psicologia e Políticas Públicas: a questão do álcool e outras drogas
Período: 2010 - 2011 (concluído)
Descrição: O projeto prevê o mapeamento do uso de substâncias psicoativas por universitários de uma instituição privada de um município da região noroeste do Rio Grande do Sul. Discute e analisa a implementação de políticas públicas para a questão.
Coordenadora: Rita de Cássia Maciazeki Gomes
Professores Integrantes: Lilian Ester Winter, Gilberto Souto Caramão
Alunos de Graduação integrantes: Franciéli Winkelmann, Paula Desconzi, Sara Eduarda Pires, Elisa Cristina Hermann, Siham Shubeita, Taísa Mariluz Rommel