Família que adotou irmãos de Guiné-Bissau participa de aula com acadêmicos de Direito

Casal Fernando Scherer e Deisi Wommer Scherer, de Ivoti (RS), conversaram com os estudantes sobre todo o processo que envolveu a adoção de seus dois filhos, Abel e Djariatu
Os acadêmicos do curso de Direito da Setrem tiveram uma participação especial, em uma das aulas domiciliares, realizadas no fim do primeiro semestre. O casal Fernando Scherer e Deisi Wommer Scherer, de Ivoti (RS), conversaram com os estudantes sobre o processo que envolveu a adoção de seus dois filhos, Abel e Djariatu.

A história da família ficou conhecida em 2019. Deisi e Fernando conheceram as crianças quando fizeram trabalhos voluntários em Guiné-Bissau, em 2014. Eles tiveram a ideia de adotar Abel na segunda viagem ao país africano, em 2016.

Com o processo de adoção aprovado, quando estiveram na África para trazer Abel, Deisi e Fernando conheceram uma irmã biológica dele, a Djariatu, chamada por eles de Dja. Nesses anos que o menino esteve no Brasil, a família adotiva manteve contato com familiares dele na Guiné. E os pais da menina disseram que gostariam que ela também fosse adotada.

Novamente iniciaram todos os trâmites legais, como pedido de adoção no Brasil, na Guiné-Bissau e até foi preciso fazer uma campanha na internet para arrecadar recursos para documentação e as viagens. Em 17 de agosto de 2019, Dja desembarcou em Porto Alegre e a família ficou completa.

Toda esta experiência foi compartilhada pelo casal com os estudantes da Setrem, durante um seminário desenvolvido em uma aula domiciliar na disciplina de Direito Internacional Público e Direito da Integração, ministrada pela professora Maria Cristina Lucion.

Para Maria Cristina foi uma oportunidade ímpar de aliar o conhecimento teórico com a vida real. "Fiquei muito feliz pelo contato com a família ter partido das alunas, o que prova que a nossa instituição abre espaço para novas práticas pedagógicas e incentiva a criatividade e engajamento dos acadêmicos”, acrescenta.

O convite foi feito pelas acadêmicas Michele Rachor e Paola Dalla Vechia. "Fizemos o contato com a Deisi por meio das redes sociais. Não esperávamos que a família fosse aceitar o convite para uma participação na aula online e fomos surpreendidas com um sim”, conta Michele.

Segundo a coordenadora do curso, Danielli Scarantti, esse é um exemplo do empenho que está sendo mantido nas atividades domiciliares e isso mostra o quanto os professores estão despertando a atenção dos alunos e mantendo a qualidade do ensino, mesmo que distantes fisicamente.

 
 
FONTE: Assessoria de Comunicação - ASCOM SETREM

Tags: #adocao #internacional #direito
Carregando comentários


© 2020 Sociedade Educacional Três de Maio
SETREM - Login
Av. Santa Rosa, 2405 Três de Maio - RS - CEP 98910-000
Fone/Fax: +55 (55) 3535 4600